GKA Wave Finals 2016 – Dakhla

Chega ao final o 2016 GKA Wave and Strapless Freestyle Tour. Depois de um longo dia de baterias em Dakhla – Marrocos, o campo de batalha foi reduzido a dois velejadores que tentavam mostrar suas melhores performances: Keahi De Aboitiz (AUS) e Airton Cozzolino (ITA). Embora houvesse um grande número de riders que poderiam estar na final, não foi nenhuma surpresa que estes dois estavam disputando o lugar mais alto do pódio.

As ondas melhoravam enquanto a maré baixava, Keahi e Airton entraram na água nestas condições, mostrando um nível elevado de velejo. Onda após onda, eles mostraram uma impressionante habilidade e grande variedade manobras. Airton estava focado e velejando com power, dando rasgadas e batidas no lip da onda. Já Keahi buscava calmamente as melhores ondas e depois fazia o seu melhor com seu estilo suave e perfeccionista. No final, era claro que os espectadores não tinham ideia de quem tinha levado a melhor dentro d`água e aos olhos dos juízes. Depois de uma tensa espera enquanto os juízes contavam os pontos, Keahi foi declarado campeão. Sendo assim, ele segue invicto e aumenta o seu número de vitórias em Dakhla para quatro.

19

Keahi de Aboitiz

A disputa do terceiro lugar ficou entre Paulino Pereira (POR)  e Jan Marcos Riveras (DOM), Paulino derrotou Jan e concluiu seu objetivo de subir ao pódio em todas as competições que participou neste ano.

No entanto, a tensão final veio quando esperávamos o anúncio de quem seria coroado o Rider do Ano do GKA Wave & Strapless Freestyle. Matchu Lopes (CBV) foi consagrado campeão mundial da GKA, mesmo sendo dramaticamente derrotado por Keahi nas quartas de final. Quem estava na praia se emocionou ao ver Matchu ficar sem palavras enquanto era carregado pela multidão com a bandeira de Cabo Verde.

28

Matchu Lopes

Os brasileiros fizeram um ótimo evento sempre com as melhores somatórias do dia, destaques para Fillipe Ferreira e Pedro Matos, que mostraram que estão entre os tops do mundo, batendo de frente com os melhores riders da modalidade.

As quatro mulheres inscritas na competição entraram todas na mesma bateria que aconteceu no final do dia, quando o vento estava mais forte. Milla Ferreira (BRA) foi a grande campeã, repetindo a incrível performance que teve nas Ilhas Maurícios. Kirsty Jones (ING), terminou em segundo e Carla Oria Herreira (ESP) em terceiro lugar.

34f

Milla Ferreira

Com o resultado a carioca Milla Ferreira se tornou a campeã mundial de kitewave do circuito GKA, título inédito para uma atleta brasileira !

Confira as fotos e os vídeos oficiais do evento:

[doptg id=”232″]

 











0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário