Reno Romeu vence o Rally dos Sertões

Primeiro rally de kitesurf de longa distância do mundo chega ao fim após 500km, cinco dias de disputas e muita aventura!

Após cinco dias de muita aventura, a Vila do Preá, em Cruz (CE), marcou a reta final do 1º Sertões Kitesurfe, rally de longa distância inédito na modalidade, que teve início em Touros (RN) e 500km de percurso. Foi a coroação final de todos que concluíram o desafio e marcaram seus nomes num momento único para o esporte.

Casos dos cariocas Reno Romeu e Marcela Witt, vencedores na Elite masculina e feminina. Campeão mundial e especialista no freestyle/big wave, o rider Reno entrou no espírito do rally – foi constante e conseguiu driblar o principal obstáculo: a falta de ventos no terceiro dos cinco dias. No último dia, controlou os adversários e garantiu mais um título ao já impressionante currículo.

Destaque também para a ‘globetrotter’ Marcela – além de competidora é apresentadora de programas de TV sobre aventuras e esportes radicais -; também lidou bem com os imprevistos e o formato inovador de disputa. Como Reno, usou de energia e técnica para fazer a diferença num dia em que o combustível da prova – o vento – resolveu se esconder.

Na Adventure, o baiano Gustavo Foerster levou no masculino ao fim de uma disputa equilibrada. E Nathalia Martino, de São Paulo, fez valer a garra para superar o complicado terceiro dia e se tornar a campeã no feminino.

O capixaba Fernando Giestas foi o melhor na Master masculina, com três vitórias nas quatro etapas disputadas pela categoria. Outra paulista, Denise Hajjar, fez bonito na competição feminina – andou sempre entre os melhores na geral dos atletas acima de 50 anos.

‘Aspas’

Reno Romeu, campeão Elite masculino
“Foi uma prova de estratégia, de cabeça, um rally. Hoje eu larguei atrás do segundo e do terceiro e vim marcando até quase no fim, quando resolvi puxar um pouco mais. Todos os que chegaram aqui estão de parabéns, tenho certeza que todo mundo está esgotado, foi bastante puxado. Minha carreira já está mais para o fim e foi muito legal ver os meninos do Ceará e do Rio Grande do Norte andando forte. Quero ver essa turma arrebentando, os moleques são muito bons, conversamos bastante e procurei passar um bocado de dicas pra eles”.

Marcela Witt, campeã Elite Feminino
“Muito feliz por conseguir completar os cinco dias e vencer. Procurei encarar dia a dia, não olhar como uma missão impossível. Essa prova foi como a vida: a gente não pode botar toda a energia num dia só, tem que guardar um pouco para o dia seguinte. Eu tive força para fazer até o final a etapa com pouco vento, depois administrei e cheguei. É muito legal colocar todo mundo na mesma situação, o que nós vivemos aqui foi ver todos com a mesma oportunidade, os mesmos perrengues, isso fez a prova ser ainda mais justa”.

Gustavo Foester, campeão Adventure Masculino

“Foi difícil, na base da superação. É muito estressante lidar com condições diferentes de vento, com a necessidade de escolher o kite certo para cada dia. Eu sempre procurei fazer o meu melhor e acho que, assim como na vida, quando você se empenha, as coisas chegam. Muito feliz pela vitória”.

Nathalia Martino, campeã Adventure Feminino

“Não se trata de quanto você ganha, mas de quanto aguenta apanhar. É preciso ter humildade com o kite, respeitá-lo, ter a noção de que você não é melhor ou pior do que ninguém. Não tenho palavras para agradecer o que eu vivi, a cada um que participou do evento, que fez sua parte e fez acontecer. Tive um dia de muita superação e tenho certeza que cada um se superou do seu jeito. É sonhar, nunca desistir”.

Fernando Giestas, campeão Master Masculino

“Eu quase desisti da prova, nos treinos de vir rompi os meniscos de um joelho e estou aqui à base de injeção e remédios. Não foi fácil. A prova foi espetacular, competi em vários países diferentes no wind e no kite e nunca vi nada parecido”.

Denise Hajjar, campeã Master Feminino

“Foi difícil, pesado, mas eu me diverti demais. Reencontrei pessoas queridas, fiz novos amigos e lutei muito para conseguir esse troféu”.

Yaron Moura
“No meio do percurso eu já vinha tremendo de emoção, muito bom encontrar todo mundo aqui e vencer na minha casa. Foi muita garra para participar”.

Cezar Nunes, coordenador de Esporte e Lazer do RN

“Estamos muito felizes em poder apoiar esse grande evento. Trazer a largada do 1º. Sertões Kitesurf para o Rio Grande do Norte foi um marco para o esporte, dessa iniciativa histórica de percorrer longas distâncias, um rally aquático. Sem dúvidas os ventos do Rio Grande do Norte foram o combustível para iniciar esta fantástica aventura.  O RN já é uma potência no Turismo e certamente seremos também neste esporte. Nossos atletas estão despontando entre os primeiros colocados. Vamos consolidar a marca do RN como celeiro de atletas e o principal destino para a prática desses esportes. Estamos prontos para a próxima aventura!”

CLASSIFICAÇÃO GERAL

Elite Masculino
1, Reno Romeu (RJ) 12h37min37
2. Francisco Dionatan (CE) a 16min01
3. Francisco de Sales Brito (RN) a 20min45
3. Marcos Aurélio Nunes (RN) a 30min19
5. Arthur Veloso (PB) a 38min14

Elite Feminino
1. Marcela Witt (RJ) 17h06min34
2. Gabriela Reynard (SP) a 2h04min17
3. Paula Netto (RS) a 5h31min18
4. Marcela Sartor Montolar (SP) a 7h44min27
5. Ana Lúcia Galante (SP) a 8h18min26

Adventure Masculino
1. Gustavo Foerster (BA) 9h19min24
2. Pedro Hajjar (SP) a 5min23
3. Caio Gutierrez Thomaz (SP) a 12min02
3. Marcos Botelho (SP) a 43min03
5. Kauan Esmerino (CE) a 1h06min20

Adventure Feminino
1. Nathalia Martino (SP) 9h32min38
2. Maria Fernanda Seadi (SP) a 4h39min32
3. Paula Hastrup (ARG) a 6h19min47
4. Bruna Kajiya (SP) a 6h31min48
5. Cris Dias (SP) a 10h17min22

Master Masculino
1. Fernando Giestas (ES) 9h28min45
2. Bruno Graça Melo (RJ) a 1h18min30
3. Luís Haas (SC) a 1h30min25
4. Vitor Manuel de Souza (POR) a 1h40min22
5. Said Neto (SP) a 2h48min42

Master Feminino
1. Denise Hajjar (SP) 11h21min02

 

Assista aos melhores momentos do evento: